Tenha responsabilidade com o outro

Amar e ser amado parece ser algo cada vez mais raro. Temos visto em nosso dia a dia casais se separando, relacionamentos tóxicos, envolvimentos cada vez mais superficiais, etc. Em plena era dos aplicativos de relacionamento, considerando a liberdade sexual que existe hoje e a também a correria do dia a dia, realmente muitas vezes fica difícil estabelecer conexões mais profundas. Casais que podem ter tudo a ver acabam não conseguindo prosseguir devido a inúmeros fatores, que fazem declinar o clima de romance inicial entre eles.

Tudo isso tem gerado entre as pessoas uma série de decepções e mágoas. Criam-se expectativas a cada nova oportunidade, e quando isso é frustrado o sofrimento torna-se inevitável. E a cada nova frustração, mais difícil fica investir em outra oportunidade. Surge o medo de sofrer de novo. Mas afinal, o que deve haver em um casal hoje em dia para que isso não aconteça?

Não existe fórmula mágica ou receita de bolo, mas talvez o melhor seja seguir aquela velha frase: “não faça com os outros o que você não quer que seja feito com você”.

Infelizmente muitas pessoas não estão se lembrando disso. Seguem gerando expectativas no outro, sendo sedutoras, criando toda uma situação romântica e depois… SOMEM. E quando questionadas, alegam que não são responsáveis por isso, que tudo é uma fabricação da mente alheia, que nunca prometeram nada, etc. Enfim, agem com total irresponsabilidade afetiva, descaso e falta de consideração.

É preciso mais respeito pelo próximo, sem dúvida. E clareza ao dizer aquilo que se quer no início de um envolvimento. Ou caso a ideia mude ao longo do percurso. Para não iludir nem magoar ninguém. Mas, por outro lado, falta esperteza e inteligência em muitos envolvimentos. Nunca se jogue demais em algo no qual o outro não foi claro em relação ao que quer, porque sentimentos em demasia muitas vezes induzem ao erro. E não adianta sentir raiva, se vitimar ou culpar o próximo. No fim, é sempre você, sua mente, e sua força para recomeçar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *