Sua imagem

Aos poucos sua imagem se apaga
Como água que escorre pelo ralo
A chama fraca de uma vela
O sol se pondo no horizonte
Ou uma lâmpada que perde a luz
E mal me lembro do seu rosto
E das palavras que foram ditas
Como se as memorias entrassem em suspensão no ar
E fossem levadas pelo vento
Como um sopro
A visão de você se esfumaça tímida
Se espalha
E lentamente
Some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *